fbpx

A campanha Vou de Túnel estará presente no III Congresso de Direito Marítimo Portuário da Associação Brasileira de Direito Marítimo (ABDM), que acontece amanhã (04) e sexta-feira (05), em Santos. No local, será instalado um estande da campanha para divulgar ao público os benefícios da proposta da ligação seca via túnel. O evento será uma oportunidade para discutir soluções para o desenvolvimento do Porto e da região.

No estande, os participantes poderão conhecer o projeto do túnel por meio de um vídeo que mostra todas as suas vantagens, como incluir bicicletas, skates, automóveis, ônibus e VLT. O público será informado sobre o projeto e receberá um folder e uma caneta de brinde da Campanha Vou de Túnel. Os visitantes também serão convidados a apoiar o projeto assinando a petição online em defesa da realização da obra.

Esta ação do movimento Vou de Túnel se soma a muitas outras realizadas pela campanha para divulgar o projeto entre a população e o setor portuário. Até então, já foram realizadas seis ações de rua nas cidades de Santos e Guarujá, onde também foram recolhidas assinaturas em prol do projeto, que já ultrapassa a marca de 13 mil assinaturas.

Durante o congresso, serão discutidos assuntos importantes que relacionados à ligação seca. “Os desafios da desestatização do Porto de Santos” é um dos principais painéis do evento. A moderação ficará a cargo do diretor de Assuntos Portuários no Sistema Santa Cecília de Comunicação, o consultor portuário e porta-voz da Campanha Vou de Túnel, Casemiro Tércio de Carvalho. A mesa será presidida por Marcelo Sammarco, vice-presidente da Associação Brasileira de Direito Marítimo (ABDM). Entre os debatedores do tema, estão Diogo Piloni, secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura (Minfra), Eduardo Nery, diretor geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), Fernando Biral, presidente da Santos Port Authority (SPA) e Regis Prunzel, presidente do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (SOPESP).

Outro painel importante terá a presença do Ministério da Infraestutura em Santos: “Estabilidade Regulatória e Segurança Jurídica no Segmento Marítimo e Portuário” contará com os debatedores Flavia Takafashi, diretora da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), Ricardo Arten, CEO do Brasil Terminal Portuário, Cesar Mattos, consultor Legislativo na Câmara dos Deputados e Cassio Lourenço Ribeiro, advogado.

O congresso da ABDM, realizado em parceria com a Universidade Santa Cecília, será no Sheraton Santos Hotel. A expectativa é que o evento trace importantes estratégias para o Porto de Santos. Neste sentido, pensar o túnel dentro da desestatização é crucial para o setor portuário e para a população, levando em conta a relevância da relação porto-cidade.