fbpx

O Governo Federal deverá realizar no próximo dia 20 a consulta pública do processo de privatização do Porto de Santos, cujo leilão está previsto para ocorrer no segundo semestre. A consulta permitirá conhecer a modelagem de venda do complexo portuário em detalhes e, possivelmente, informações sobre o projeto do túnel imerso entre Santos e Guarujá, incluído na desestatização. A campanha Vou de Túnel também prepara para março um fórum para discutir a proposta de ligação seca apoiada pelo Governo Federal e pela Autoridade Portuária.

As duas notícias representam boas oportunidades para a população da Baixada Santista conhecer melhor os detalhes da desestatização do Porto de Santos e projetos incluídos no processo, como o túnel. É importante que a sociedade compreenda o projeto do túnel e seus benefícios para a logística do Porto e a mobilidade pública.

Em março, as vantagens do túnel e sua relação com a cidade serão discutidos durante o fórum “A importância do túnel Santos – Guarujá na mobilidade urbana da Baixada Santista”, que será realizado em Santos. A campanha Vou de Túnel vai abordar detalhes do projeto em painéis de debates com especialistas brasileiros, convidando a comunidade portuária e a representantes da população da Baixada Santista a participaram da discussão.

Segundo o governo federal, o edital para construção do túnel será publicado no terceiro trimestre deste ano. Embora o governo tenha incluído o projeto do túnel na desestatização do Porto de Santos, a licitação do projeto pode ser realizada à parte deste processo.

Implementar uma ligação seca via túnel é possível quando se tem um projeto de qualidade e viável para a região. O projeto do imerso ligando Santos a Guarujá já inspirou outra região portuária no País: o projeto de túnel submerso para ligar cidades de Itajaí e Navegantes, que caminha para sair do papel. Leia a matéria do Portogente.

Recentemente, o Ministério da Economia autorizou financiamento do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird) para obras de mobilidade e infraestrutura no Litoral Norte catarinense, incluindo o túnel. E essa vitória também inspira a campanha Vou de Túnel – afinal, uma região que abriga um complexo da dimensão do Porto de Santos não pode mais adiar um projeto crucial para o desenvolvimento econômico sustentável metropolitano e principalmente para a melhoria da mobilidade pública.