fbpx

Proposta ganha cada vez mais adeptos e surge como a primeira opção para a ligação das duas margens do Porto de Santos

O fortalecimento do projeto do túnel cresce a cada dia com a ampliação do número de apoiadores e com o implemento de medidas práticas para viabilização da obra. Já são quase 50 apoiadores no movimento Vou de Túnel, com destaque para a recente adesão da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), além da importante defesa que a deputada federal Rosana Valle (PSB) tem feito do projeto. Paralelamente ao aumento de apoiadores, o lançamento do chamamento de estudos sobre o modal busca atrair as melhores soluções para implantar o projeto e fortalecer a relação Porto-cidade.

Na última segunda-feira (26), participaram do webinar intitulado “O Túnel Submerso do Porto de Santos” a deputada federal Rosana Valle (PSB), o diretor de Desenvolvimento de Negócios e Regulação da Autoridade Portuária, Bruno Stupello, o diretor da Boskalis Brasil, Ricardo Machado, o engenheiro naval e consultor do Vou de Túnel Casemiro Tércio Carvalho, o arquiteto urbanista e professor Doutor da UniSantos, José Marques Carriço, o consultor portuário Carlos Eduardo B. Magano, e o diretor do Portogente, José Antônio Marques Almeida, o Jama.

Ricardo Machado, da Boskalis, enfatizou a viabilidade técnica do projeto. É necessário, segundo ele, realizar estudos sólidos para a modelagem financeira e contar com empresas de engenharia parceiras para erguer o empreendimento. “Também é importante pensar questões como o impacto ambiental ao realizar o processo de escavação do solo. Diversos países já construíram projetos semelhantes ou mais desafiadores, o que comprova que o projeto é viável”, explicou.

Bruno Stupello destacou que a segurança jurídica e financeira do projeto está dada por conta da garantia de duas opções para viabilização do projeto: seja via desestatização do túnel ou seja Parceria Público Privada. Segundo ele, a proposta é que os estudos que estão sendo aguardados sobre o túnel tragam as melhores soluções para a relação porto-cidade. E, para isso, o prazo para recebimento de propostas pode ser prorrogado.

Já Casemiro Tércio afirmou que o projeto avançou e está na direção de ser implantado. O consultor lembrou que o projeto da Dersa não foi viável porque o governo do Estado de São Paulo alegou na época não contar com capacidade de endividamento.

Com amplo conhecimento sobre a região, o arquiteto urbanista José Marques Carriço trouxe uma série de questões que precisam ser levadas em conta para que o túnel seja inserido nas cidades de Santos e de Guarujá: planejar a ocupação do uso do solo (levando em conta a possibilidade da expansão imobiliária de Guarujá e Santos), a eficiência do trânsito nas cidades, e a preservação do meio ambiente e a facilitação do acesso ao modal com tarifa adequada ao poder aquisitivo dos trabalhadores. O planejamento prevê o envolvimento dos municípios no projeto e a realização de estudos prévios e multidisciplinares pensando a integração do projeto com a cidade.

A deputada Rosana Valle (PSB) reforçou que tem defendido o projeto do túnel ao governo federal e que continuará na luta pela viabilidade financeira da obra. Ela lamentou a falta de estudos na região que possam ajudar a embasar o projeto do modal submerso, e informou que caberia a órgãos como o Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) e a Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem) realizar esses estudos.

Segundo o Portogente, uma série de eventos deverão ser realizados pelo portal para esclarecer dúvidas sobre o projeto e trazer soluções para a implantação do modal, focados em outras etapas do plano do túnel submerso.

Leia as reportagens recentes sobre os avanços no projeto do túnel e assista ao webinar do Portogente sobre o tema acessando os links abaixo:

  • https://www.diariodolitoral.com.br/santos/projeto-do-tunel-submerso-entre-santos-e-guaruja-ganha-apoio-da-fiesp/144794/ –
  • https://www.portogente.com.br/noticias/dia-a-dia/114234-deputada-encabeca-a-implantacao-do-tunel-submerso-do-porto-de-santos