fbpx

Os dois projetos são defendidos pelo prefeito de Guarujá, Valter Súman (PSB), e apoiados pela deputada federal Rosana Valle (PSB)

O plano de mobilidade urbana de Guarujá contempla dois projetos de grande importância para a região e para o país: o aeroporto civil e o túnel ligando as duas margens do Porto de Santos. O turismo e o porto são os maiores potenciais geradores de empregos para a cidade e também na região. Por isso a Prefeitura de Guarujá apoia a realização da ligação seca via túnel e avança na construção do seu aeroporto.

O aeroporto de Guarujá é um sonho antigo, assim como o da ligação seca entre Santos e Guarujá. O túnel é o projeto de ligação seca de melhor custo benefício para a região, sem obstáculos para o canal do Porto e para o calado aéreo do aeroporto. Os dois projetos são defendidos pelo prefeito de Guarujá, Valter Súman (PSB), e apoiados pela deputada federal Rosana Valle (PSB).

Enquanto o aeroporto vai encurtar as distâncias entre a região e outras localidades do país, o túnel beneficiará não só turistas, mas os milhares de trabalhadores que circulam entre Santos e Guarujá todos os dias. Os dois projetos, concretizados, atrairão ainda mais investidores para a região,

Os dois projetos – túnel e aeroporto – são considerados fundamentais para o crescimento da Baixada Santista. Com estreita proximidade à capital paulista, Guarujá se firmaria como referência em negócios internacionais.

No momento em que Guarujá faz uma importante campanha para atrair investidores, dotar a região de maior infraestrutura é uma forma de facilitar a vinda de novas empresas para a região. Afinal, com a perspectiva de que o funcionamento do Aeroporto de Guarujá e a implantação do projeto do túnel ocorram em breve, a expectativa é que o ambiente de negócios coloque as cidades de Guarujá e Santos a outro patamar, com aumento do turismo, dos negócios portuários e do mercado imobiliário.

O projeto do túnel favorece todos os tipos de público, desde os trabalhadores a bordo de suas bicicletas até os empresários em seus automóveis. O modal inclui espaço para receber o VLT, ônibus, ciclovia e faixa exclusiva para pedestres e é uma solução para milhares de moradores e turistas que dependem de balsa para a travessia Santos- Guarujá.