fbpx

A ligação seca entre Santos e Guarujá esteve entre os principais temas elencados na apresentação realizada nesta terça-feira (26) pela Autoridade Portuária de Santos, durante o SPA DAY, para apresentar os resultados obtidos pela companhia em 2021. O presidente da Autoridade Portuária, Fernando Biral, assegurou que o projeto do túnel imerso será implantado, independentemente da desestatização do Porto. A proposta é realizar a ligação seca o mais rápido possível para que o túnel se torne uma realidade para a região, disse. O projeto do túnel terá uma concessão separada, disse Biral. Segundo ele, a Secretaria de Portos e Transportes Aquaviários trabalha para antecipar a concessão a fim de ganhar tempo para que o processo não dependa da desestatização.

“Esse projeto tem que acontecer e a ideia é que, mesmo com a desestatização, o túnel vai ser uma construção separada. A Secretaria de Portos já está trabalhando para antecipar. É o que defendemos para ganhar tempo e não fique esperando a concretização da desestatização para que isso se torne uma realidade para a região o mais rápido possível”, disse em entrevista à imprensa

O projeto do túnel está inserido no planejamento estratégico do Porto de Santos até 2025, que destinará o montante de mais de R$ 18 bilhões em recursos a serem investidos em melhorias para manutenção da infraestrutura do complexo santista ao longo de 35 anos. A ligação seca está atrelada, portanto, aos planos de melhoria logística e de implantação dos novos terminais no complexo santista. A nova modelagem do túnel abriga também veículos de cargas, auxiliando no fluxo de na movimentação do Porto.

Umas das mais importantes ações para agilizar o processo de construção da ligação seca foi a recente qualificação do projeto do túnel dentro do Programa de Parceria Privada (PPI) do Governo Federal. O presidente da SPA acredita que a desestatização do Porto de Santos deve atrair ainda mais investidores, como terminais, fundos de investimento e infraestrutura. Segundo ele, os players da comunidade portuária estão interessados em se informar sobre o processo.
Confira reportagem sobre o evento: