fbpx
Vista geral do Terminal BTP (Brasil Terminal Portuário) no Porto de Santos (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Ministro Tarcísio de Freitas disse que ponte não combina com porto

A ver navios A queda de braço entre os defensores de um túnel e os que preferem uma ponte no porto para interligar Santos ao Guarujá, no litoral paulista, esquentou nesta semana depois que o ministro da Infraestrutura, Tarcisio de Freitas, disse que ponte não combina com porto.

Cuidado com a cabeça As duas hipóteses ainda estão na mesa e são consideradas, segundo quem acompanha o assunto no ministério, mas para fazer a ponte o governo de São Paulo, que rejeita o túnel, terá de reformular o projeto, de modo que a estrutura suspensa não atrapalhe a manobra dos navios no porto.

Teto baixo A nova apresentação do projeto da ponte, com as adequações de mais espaço entre os pilares para não atrapalhar a navegação, deve acontecer em setembro. Mas tem um problema: o ajuste pode elevar em mais R$ 1,1 bilhão o custo da estrutura da ponte já estimado em R$ 2,9 bilhões, segundo os cálculos de quem prefere o túnel.

Calculadora O que se diz no ministério é que, sem ver o projeto, ainda não se pode comparar valores.

Pilar A Secretaria de Logística e Transportes de SP diz que solicitou à Ecovias uma alteração técnica do projeto e a concessionária já concluiu o trabalho, que será entregue, nas próximas semanas, em nova reunião com os órgãos federais para apresentar os ajustes.

Travessia “A discussão sobre a ponte tem sido técnica, com estudos da USP que apontam não haver obstáculos à expansão do Porto de Santos. A ponte é um projeto viável sem recursos públicos”, diz a secretaria em nota.

Fonte: Folha de S. Paulo – Painel S.A.